Resumindo o Iluminismo | Arquitetônico

 

BLOG

Resumindo o Iluminismo

Pela razão, pela ciência e pela liberdade

O Iluminismo
O Iluminismo

O Iluminismo foi uma revolução intelectual que aconteceu na Europa, especialmente na França, no século XVIII (século das Luzes) e que teve como base o antropocentrismo e o individualismo renascentistas, separando qualquer pensamento das idéias da Igreja.

O movimento favoreceu a burguesia, esta que procurava explicações racionais para todas as coisas (para ela, só assim o homem alcançaria o conhecimento, a liberdade, a convivência harmoniosa com o próximo e a felicidade).

Como iniciador do racionalismo, o iluminismo teve René Descartes, com sua famosa frase “Penso, logo existo!”. Para representar o liberalismo, o inglês John Locke e na prática científica, Isaac Newton. Todos estudiosos de seus próprios conceitos.

O Iluminismo aconteceu durante o período absolutista e começou com a contraposição das intervenções do estado sobre a economia, situação que muito atrapalhava a burguesia. Os Iluministas propunham a reorganização da sociedade no sentido de garantir ao homem a tão estimada liberdade.

Além disso, vinha lutar contra os resquícios feudais, como a permanência da servidão, contra a influência da Igreja católica, principalmente na educação e na cultura e contra a desigualdade de direitos e deveres entre as classes sociais.

Os Iluministas franceses que se destacaram foram: Barão de Montesquieu, que pregava a necessidade dos Três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário); Voltaire, que foi o mais importante deles, criticava os privilégios da nobreza e do clero e colaborou com a criação da enciclopédia (forma de divulgação do movimento). Este influenciou muitos teóricos e governantes europeus, os chamados déspotas esclarecidos; e, por fim, Jean-Jacques Rousseau, o mais radical de sua época, defendia as classes populares, a soberania do povo e era contra a “lei do mais forte”. Os homens deveriam consentir em fazer um Contrato Social se submetendo à lei de seu soberano (o próprio povo) e o governo seria apenas o ministro, tendo seu poder modificado sempre que o povo desejasse. Rousseau se destacou por não se preocupar somente com a razão, mas também com os sentimentos e emoções, valorizando a simplicidade da vida.

No setor da economia, a frança do século XVIII teve grande influência da fisiocracia. Ela combatia as práticas mercantilistas e defendia o individualismo econômico baseado no “governo da natureza”, onde a agricultura era o principal produtor de riquezas. Para os fisiocratas, o governo era um mal necessário, deveria proteger os bens e as pessoas, mas sempre com o consentimento destas. Os economistas fisiocratas tiveram forte influência sobre o liberalismo econômico.

O liberalismo econômico teve seus conceitos enraizados pelo escocês Adam Smith, que acreditava na economia como ciência autônoma, com leis e princípios próprios. Defendia a liberdade de concorrência e negava ao estado o direito de intervenção na economia, seu papel seria o de incentivador.

O Iluminismo com todos os seus conceitos modernos e racionalistas geraram o despotismo esclarecido. Alguns monarcas, com objetivo de estabelecer reformas e modernizar seus países, adotaram os princípios iluministas, sem abrir mão do absolutismo, não se identificando mais com o próprio estado. Tentavam conciliar sua autoridade absoluta com a liberdade do iluminista sem permitir a participação da burguesia no setor econômico. Enfim, é claro que isso não deu certo. O despotismo esclarecido durou até 1789, quando se iniciou a Revolução Francesa.

Como conseqüências, o Iluminismo teve as mudanças nas questões jurídicas, principalmente com a garantia legal dos direitos e deveres do cidadão; o aparecimento do despotismo esclarecido; o desenvolvimento da ciência, da cultura e da educação na Europa; a limitação do poder político da Igreja; e a criação das bases ideológicas para a Revolução Francesa, em 1789.

O Iluminismo veio também a influenciar os Estados Unidos, despertando a consciência e o movimento de emancipação colonial de 1776.

  • João Marcos fernandes Ferreira

    Este resumo do Iluminismo,me ajudou muito pra apresentação q eu fiz na Escola técnica estadual Visconde de Mauá.
    Sou muito grato,tirei nota máxima.

    brigadão e um forte abraço

    • Letícia Rondon

      Nossa, que ótimo João Marcos. Muito legal ouvir isso! E quando precisar de alguma coisa, tiver alguma curiosidade, dê um toque que a gente vê o que pode fazer pra te ajudar, ok? Abração

  • Ana Karla Nunes

    amei a postagem, me ajudou muito na prova de conhecimentos gerais.

    • Letícia Rondon

      Que ótimo, Ana Karla! Esperamos ajudar sempre!

  • luis fernando

    Gostei da profundidade do conteudo, pois demostrou conhecimento pelo assunto abordado.

    • Letícia Rondon

      Fico muito feliz que tenha gostado, Luis Fernando! :D

  • paulo

    gostei pakas jaooo :3

Escrito por: Letícia Rondon
Postado em: 18 de October de 2011

©2012 Arquitetônico. Todos os direitos reservados. Não é permitida cópia ou reprodução sem autorização
Licença Creative Commons