Niagara’s Femmes | Arquitetônico

 

ARTE

Niagara’s Femmes

As mulheres de Niagara representam a pós-modernidade e a influência da Arte-Pop e da estética cinematográfica nas Artes Visuais.

NiagaraDetroit_romeo-2
NiagaraDetroit_romeo-2

 

A artista plástica e musicista estadunidense Niagara nascida em 1956, cria femme fatales com uma estética influenciada pela Pop-Art de Andy Warhol e Roy Lichtenstein, pelos artistas pré-rafaelitas e artistas  do movimento Art Nouveau, como Alfons Mucha.

Ela uniu a música e as artes visuais na maioria de seus projetos.As mulheres retratadas com cores frias e frases de efeito sugerem uma atmosfera cinematográfica e um pouco dark.

Suas primeiras exposições foram em 1996 com “All Men Are Cremated Equal” (Todos os Homens são cremados emIgualdade)  e “Faster Niagara, Kill … Kill” (Mais rápido,Niagara, Mate..Mate) (1997) primeiro em Los Angeles, ganhando repercussão e reconhecimento regional, mais tarde, em outras grandes cidades de seu país (NY, São Francisco ..).

Em 2002 , o trabalho Niagara começou a desviar da arma em punho e do fatale na série de ilustrações  “Opium Series”. Ainda eram decididamente femininas, mas a violência era voltada para dentro, “Como o cansaço da vida, belezas burlescas que  são retratados nas drogas, nos cigarros e no turbilhão do ópio”.As ilustrações mostram diversos padrões chineses e apliques que fazem da série seu trabalho mais detalhado e introspectivo até à data.

Apesar de ser uma artista plástica (formada na Universidade de Michigan)Seus projetos são o exemplo de versatilidade e o que chamamos de design de interfaces (nessa caso, é quando seu produto atende á diversas demandas diferentes do design, como estamparia e produtos) Ela expôs em Tóquio, onde fez uma parceria com Hysteric Glamour e criou uma linha completa de vestuário.Em 2008, a Galeria Outre – Austrália produziu diversas estampas em serigrafia com o seu trabalho , uma espécie de divulgação dos shows em Sidney e Melbourne da Destroy All Monsters, a banda de punk rock psicodélico da artista. E em 2008 estreou em Paris uma linha com sete modelos exclusivos de calçados urbanos baseados nos projetos de Niagara.

mais em : http://www.niagaradetroit.com

Escrito por: Bartira Lôbo
Postado em: 10 de May de 2011

©2012 Arquitetônico. Todos os direitos reservados. Não é permitida cópia ou reprodução sem autorização
Licença Creative Commons