Jardins Filtrantes | Arquitetônico

 

BLOG

Jardins Filtrantes

jardin-filtrante
jardin-filtrante

Os jardins filtrantes (ou fitorestauração) é uma tecnologia francesa que consiste no uso de plantas nativas para tratar esgotos domésticos e efluentes industriais. Através da fitorestauração podem ser condicionados os lodos de Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), eliminando a necessidade de disposição de aterros sanitários, produzindo, então, um composto fertilizante. Através da aplicação dessa técnica, podem ser  recuperados solos contaminados e revitalizados rios e lagos.

Por ser uma técnica recente e sua aplicação ainda conhecida por poucos, você pode estar se perguntando:

Como uma técnica aparentemente simples pode trazer tantos benefícios para o meio ambiente?

O tratamento dos resíduos é feito por meio de uma seqüência de jardins, formados por  tipos de plantas aquáticas. Cada jardim tem plantas com raízes capazes de absorver e filtrar determinado tipo de resíduos promovendo, assim, uma etapa do processo de despoluição da água.

Jardins filtrantes para tratamento de esgoto:


Jardins filtrantes para tratamento de lodo sanitário e efluente industriais:


 

Ao final da ultima etapa do processo, restará uma água tratada, porem não potável. Essa água poderá ser usada em irrigação, formação de lagoas e em processos industriais.

Como os jardins filtrantes podem ser aplicados e serem economicamente viável?

Com tecnologia de simples compreensão, a fitorestauração no tratamento de esgotos indústrias, por exemplo, além de utilizar vários tipos de plantas, obtém sucesso porque o custo é baixo. O preço para instalação é apenas 20% abaixo de uma ETE convencional, a grande diferença se dá na manutenção que, por não utilizar produtos químicos e a capacitação da mão de obra ser simples, diminui consideravelmente os custos em comparação com a ETE. Um jardim médio, para cuidar do esgoto de uma cidade de 10 mil habitantes, custa em torno de R$ 2 milhões.

Como essa tecnologia tem como base a absorção dos resíduos pelas plantas, não há decomposição dos resíduos ou qualquer processo químico que resulte em geração de gás, eliminando o mal cheiro durante o processo de tratamento. Isso possibilita a aplicação dessa tecnologia em locais próximos a moradias ou locais públicos.

Onde os essa técnica pode ser aplicada?

Alguns dos pilares no desenvolvimento de projetos de jardins filtrantes são o paisagismo, economia, gestão e a biodiversidade. Aliar esses pilares ao tratamento é o desafio para os projetistas, entretanto há diversas aplicações bem sucedidas dessa tecnologia. Entre elas podemos citar como destaque da perfeita harmonia entre os pilares dessa técnica:

Hoje com a necessidade que o mundo tem de tecnologias limpas e economicamente viáveis, a fitorestauração de resíduos se mostra como uma técnica de vanguarda no processo de recuperação de solos e, conseqüentemente, para a preservação do meio ambiente.

UPDATE: Gostaria de me desculpar, pois citei que essa era uma tecnologia francesa,mas me esqueci de dizer que a empresa responsável pelo processo no Brasil é a Phytorestore Brasil, a matriz da empresa fica em Paris e sua filial no Brasil é localizada em Campinas (SP).

  • antonio fernandes

    Excelente informativo,muitas empresas e prefeituras devem testar essa técnica
    em escala piloto e quem sabe em escala industrial.Muito a boa materia para área
    ambiental.

  • kaique

    Gostei muito do trabalho ai apresentado, realmente fabuloso e sem sombra de duvidas deveria ter uma maior divulgação, pergunto a voces se voces tem o conhecimento das plantas usadas para cada etapa do jardim, pois sou cursante do curso de engenharia em minha cidade e estou afim de implantar esse projeto em nosso rio. Desde já agredeço.

    • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000788565180 Natalia

      Boa tarde, não sei as plantas específicas, mas posso pesquisar e postar aqui o que eu encontrar.

  • Zaqueu Santos

    Gostei muito do site . com base nisso faço meu tcc . obrigado pela explicação.

  • http://www.phytorestore.com.br Arnaud Fraissignes

    Prezada Natalia,

    obrigado por divulgar nossa tecnologia! O nome jardins Filtrantes é registrado. e o processo é patenteado no Brasil. Por isso, você tem que citar que o nome é registrado e que o processo a de propriedade da Phytorestore Brasil. Por favor, faça essa mudança na sua pagina.
    Somos uma filial da matriz de Paris e ficamos em Campinas (SP).

    Obrigado,

    att,

    Arnaud Fraissignes
    Diretor geral Phytorestore Brasil.

  • Valéria

    Acho que o processo não é tão viável assim, porque necessita de grandes áreas para sua implantação, que talvez demandem supressão de vegetação nativa. Vou suprimir vegetação para tratar efluente? Destruir um para consertar outro? Qual o ganho ambiental?

  • JOSE EDUARDO A DE OLIVIERA

    gostaria de conhecer mais a vossa empresa…felicidades e feliz ano novo

Escrito por: Natália Ribeiro
Postado em: 10 de August de 2011

©2012 Arquitetônico. Todos os direitos reservados. Não é permitida cópia ou reprodução sem autorização
Licença Creative Commons